Jugend debattiert de 6.4. a 8.4. 2016 em Barcelona

Foi no dia 08 de abril que começou a nossa viagem (minha, da Clara e da Catarina), na companhia do Herr Reiter, com destino a Barcelona, para competir (ou para assumir o papel de júri, no caso da Catarina) no concurso “Jugend debattiert”.

Felizmente, o voo partiu às 13.50h, por isso não tivemos de nos levantar com as galinhas.

Mal aterrámos, apanhámos um táxi para o DSB (Colégio Alemão de Barcelona), e daí fomos tranquilamente para casa das nossas famílias de acolhimento (exceto para casa da minha família, que, devido a um pequeno desentendimento, se atrasou duas horas).  Fomos todos muito bem acolhidos e eu, em especial, tenho a dizer que adorei todos os membros da “minha” família.

O segundo dia já não foi brincadeira, pois as duas fases de qualificação que decidiam os quatro finalistas de todas as oito escolas participantes começaram logo. Chegados à escola, tivemos algum tempo para nos conhecermos, e depois fomos divididos em dois grupos – o de júris e o de participantes. No meu grupo e da Clara, estivemos a fazer alguns exercícios que, supostamente, nos deviam ajudar a ter sucesso nos debates (e, provavelmente, até ajudaram), mas que eram bastante estranhos, por exemplo, um dos exercícios consistia em andar pela sala, fingindo estar embriagado (foi hilariante!).

Logo a seguir, começaram os debates e os nervos vieram ao de cima (não tanto no meu caso, porque eram apenas as rondas de qualificação), o que já era de esperar, porque os temas eram um pouco complicados. No final das duas rondas, e após uma pequena pausa para deliberação, o júri anunciou os quatro finalistas, incluindo eu, que fiquei em primeiro lugar. Eu não estava nada à espera, aliás, nenhuma de nós estava à espera de sequer passar à final. Gostava de ter gravado a minha reação ao ouvir que ganhei, porque até deixei cair a garrafa de água que tinha na mão que, por sorte, estava fechada.

De seguida, dirigimo-nos para o centro comercial “La Maquinista”, onde almoçámos e onde encontrámos uma loja da Forever 21, o que entusiasmou muito a Catarina.

À tarde, os nervos começaram a aumentar e eu nem conseguia ler os meus argumentos, por isso, simplesmente pousei os apontamentos e fui ver um filme com a minha “Austauschpartnerin”, o que foi mil vezes mais divertido.

Finalmente, chegara o último dia, o dia do grande debate final. A tensão era de cortar à faca no salão de festas, com os pódios já montados e o palco iluminado, tudo pronto para o debate. Depois de termos sorteado as equipas, deram-nos meia hora para nos prepararmos, mas trinta minutos passam a voar num momento destes, em que os nervos estão à flor da pele.

Do debate em si, não me lembro bem, mas recordo-me que me senti bastante aliviada quando acabou, e ainda mais quando conquistei o segundo lugar, o que quer dizer que ganhei uma viagem à Alemanha para assistir à final do “Jugend debattiert” alemão. No final, todos recebemos um certificado, como já é habitual, e uma tablete de chocolate e depois partimos em direção à Sagrada Família. Foi incrível ver ao vivo a beleza desta catedral, pois, apesar de já ter ido a Barcelona antes, nunca tinha lá entrado.

Infelizmente, mal a visita acabou, os concorrentes portugueses tiveram que ir embora e a despedida foi difícil, já que ninguém queria regressar. Porém, tudo o que é bom tem de acabar, e assim chegou ao fim a nossa viagem. Agora só posso esperar por notícias sobre a minha viagem à Alemanha.

Sara Alves

Contactos

Colégio Alemão do Porto
Rua Guerra Junqueiro, 162 4150-386
Porto / Portugal

Telefone: +351 22 607 65 70
Fax: +351 22 609 21 26
e-Mail: info@dsporto.de

 

Política de privacidade