De crianças “arco-íris“, a “heróis” do Abitur!

Cerimónia de entrega dos diplomas de Abitur

por Daniel Pichler (da antiga 12B)

Conseguir descrever, numa noite, 14 anos de memórias e experiêncais vividas no Colégio Alemão do Porto, é um verdadeiro ato heroico. No entanto, os 26 “heróis do Abitur” do ano 2013/2014 foram bem sucedidos ao atingir esse feito na passada noite de 27 de maio. A festa de Abitur teve lugar, como sempre, no salão de festas do Colégio, desta vez decorado de forma excecionalmente festiva, perante um público com convidados de honra, pais, amigos e professores.

Ao estilo de um reality show, vimos passar no ecrã os alunos “sobreviventes” e aqueles que foram saindo do Colégio ao longo dos anos. Sob o ruído ensurdecedor de um motor, os 26 “heróis do Abitur” invadiram o palco e deram início à festa. Depois de proferidos os discursos por parte Senhor Stamm, Diretor do Colégio, o Senhor Cezanne, Presidente do Conselho de Administração, o representante da Embaixada Alemã em Lisboa e os professores de turma da 12A, a D. Mónica Reis, e da 12B, o Senhor von der Forst, os alunos proporcionaram uma noite de muita diversão, com um programa diversificado.

A par dos discursos dos próprios alunos, que versaram o caráter e a personalidade de cada um dos finalistas, os “heróis” da festa prepararam alguns interlúdios musicais. A Constança Reis Vaz , por exemplo, cantou o “Ordinary people” , de John Legend,, acompanhada ao piano pela Constança Azeredo. Além disso, a 12B tinha ensaiado a canção “Nie mehr”, do rapper alemão Cro, a qual relata o seu percurso escolar, desde o Jardim de Infância até ao objetivo final: o Abitur.

Seguiu-se (simbolicamente) o ponto alto da noite, nomeadamente, a entrega dos diplomas. Decorridos 14 anos, o tão ambicionado acesso à universidade foi oficialmente atribuído, sob forma de documento, a cada um dos alunos, que foram chamados ao palco, um a um, pelo seu nome completo. Cada um dos finalistas escolheu uma canção para acompanhar a entrega do respetivo diploma, o que imprimiu ainda mais emoção a este momento.

Posteriormente, foram entregues os prémios de Abitur. A melhor média (1,0) foi atingida pela Carminho Ferreira da Silva, que recebeu igualmente o prémio para melhor aluna em Alemão. O Daniel Pichler foi premiado pelo seu desempenho nas línguas estrangeiras. A Larissa Sinn foi a aluna escolhida para receber o prémio das Ciências da Natureza. O Andreas Sousa Branca recebeu os prémios de Matemática e de Técnica. O Vicente Portal foi galardoado pelo talento em Desporto, a Inês von Hafe Pérez premiada pelas suas competências sociais e artísticas (Desenho) e a Constança Azeredo em Música.

Quando se achava que a festa estava prestes a terminar, os alunos surpreenderam os presentes com uma criativa entrega de prémios, semelhantes aos prémios de Abitur: deram “repreensões escritas” aos professores. Estas incluíram, por exemplo, “castigos” por excesso de pontualidade ou pelo “swag” (estilo, aparência) do docente.

Por último, mas não menos importante, o professor de turma foi chamado ao palco, onde teve de pôr à prova o seu talento musical, cantando “Oelelee” com os 26 finalistas … anteriormente cantado com os seus alunos num autocarro, em Berlin, à uma hora da madrugada.

O ano de finalistas de 2014 confirmou os laços de amizade criados ao longo dos anos e a união dos alunos enquanto grupo. No final, houve um pequeno cocktail na cantina, onde pais, alunos e professores conversaram e se despediram.

Decorridos estes 14 anos e com o diploma no bolso, aplica-se ,a cada um destes “heróis do Abitur” e às suas vidas futuras, a máxima kantiana mencionada pelo Senhor von der Forst no seu discurso: “Sapere aude! – Tem coragem de fazer uso do teu próprio entendimento!”.

Contactos

Colégio Alemão do Porto
Rua Guerra Junqueiro, 162 4150-386
Porto / Portugal

Telefone: +351 22 607 65 70
Fax: +351 22 609 21 26
e-Mail: info@dsporto.de

 

Política de privacidade