A história de muitas escolas alemãs no estrangeiro abrange também uma comunidade composta por pais, professores e alunos que, por razões pessoais diversas, se colocam perante a realidade económica, política e cultural de duas nações. Aos alunos do país de acolhimento e do país de origem deve ser proporcionada uma formação escolar coerente e válida em termos formais, que procura unificar, ou pelo menos pôr a trabalhar paralelamente, dois sistemas diferentes.

Elaborar um esboço sobre a evolução endógena e exógena de uma instituição como o Colégio Alemão do Porto nos últimos 100 anos não é fácil, por um lado por falta de material de arquivo completo e, por outro porque a retrospetiva de dados e acontecimentos escolares não passa de uma escolha que deixa transparecer uma imagem um pouco subjetiva do próprio autor. Por esta razão é tão necessária uma avaliação crítica como a compreensão e a intuição das especificidades de uma escola alemã no estrangeiro.

História 1901-1920

História 1921-1930

História 1931-1945

História 1945-1960

História 1961-1970

História 1971-1980

História 1981-1990

História 1991-2001